Ambroxol e arsfenamina – no Instagram

Novas publicações no Instagram @ligacaoquimica
Siga em https://www.instagram.com/ligacaoquimica/

Ambroxol
amostra estrutura e informações sobre o ambroxol
O Ambroxol, que é também conhecido como mucosolvan, é um medicamento é usado para facilitar a expectoração do muco em doenças broncopulmonares e tratar de doenças respiratórias. A substância estimula a produção de surfactantes que reduzem a adesão do muco às paredes dos brônquios. O Ambroxol não parece ter efeitos colaterais graves, mas deve ser usado com cuidado por gestantes (e siga as instruções na bula).

Arsfenamina
estrutura e informações sobre o salvarsan
A arsfenamina foi sintetizada pelo cientista alemão Paul Ehrlich em 1907 e foi inicialmente batizada de Salvarsan 606 – porque era o sexto do sexto grupo de compostos sintetizados para testes. Foi um dos primeiros medicamentos realmente eficazes no tratamento da sífilis. Atualmente estes tratamentos são feitos com antibióticos, como a penicilina. Em 2005 determinou-se que o medicamento é uma mistura de espécies ciclo-As3 e ciclo-As5.

Para ver mais publicações siga em https://www.instagram.com/ligacaoquimica/

Conservação da energia e a impossibilidade do moto perpétuo

Dianna segura um pássaro sedento
Dianna Cowern, do canal Physics Girl, faz o clássico desafio “E eu dissesse para você que construí uma máquina que cria energia!?”. Rapidamente um conhecedor das leis da termodinâmica diria que é impossível criar energia (Primeira lei da termodinâmica).

Entre as primeiras tentativas de construir máquinas de movimento perpétuo estavam as rodas desequilibradas, e Dianna demonstra que o atrito e o deslocamento do centro de massa da roda são os primeiros empecilhos que alguém encontraria ao tentar construir um moto perpétuo deste estilo.

O tradicional brinquedo do ‘pássaro sedento’ serve como explicação de que algo que aparentemente funcionaria de forma perpétua na verdade é dependente de pequenas diferenças de temperatura causadas pela evaporação da água. E isso não é um moto perpétuo, é uma máquina térmica.

Vídeo com legenda em português. Veja como ativar a exibição da legenda do vídeo.

Se você tem interesse em conhecer diversos dispositivos de tentativas (desastradas) de construir máquinas de movimento perpétuo, visite http://www.feiradeciencias.com.br/sala25/index25.asp.

Ah… a palavra ‘moto’ é um sinônimo de ‘movimento’; e não tem relação com motocicletas. 😉

Legenda e texto escritos por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com ).

VX – um poderoso agente neurotóxico

professor segurando estrutura química
O organofosforado VX é um potente agente neurotóxico, descoberto como parte de uma pequisa para desenvolver pesticidas.
agente neurotóxico VX
O nome VX veio de ‘venomous agent X‘ ou seja, agente venenoso X.
Infelizmente a ação em humanos é tão intensa que logo atraiu atenção dos militares para ser utilizada como arma química.

Professor Rob Stockman e Professor Martyn Poliakoff explicam as propriedades químicas, ação biológica na acetilcolina e história dessa substância incrivelmente tóxica. Algo em torno de 10 miligramas já são suficientes para causar a morte de um adulto.

Martyn mostra também uma curiosa gravata, que recebeu de um fã, na qual está estampada informações sobre os efeitos das armas químicas.

Vídeo com legenda em português.

Legenda e texto escritos por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com ).

A química dos ruivos (naturais)

multidão de pessoas ruivas
O canal ‘Reactions’ da Sociedade Americana de química explica no vídeo abaixo os motivos da existência dos ruivos.

O principal motivo é que nos ruivos possuem uma variação genética faz com que eles produzam menos eumelanina, que tem uma cor castanha ou preta e mais feomelanina, que é de uma cor avermelhada ou amarelada.

diferentes tipos de melanina

Algo curioso é que normalmente os ruivos tem uma maior sensibilidade à dor e ao frio.

Vídeo com legenda em português.

Texto e legenda escritos por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com ).

Frascos e reagentes – imagens e fotografias

Abaixo segue uma sequência de fotografias de diversos frascos e embalagens de reagentes químicos.

Qual é a utilidade disso?
Registramos estas imagens para um outro propósito e decidi compartilhar aqui para quem deseja utilizar para alguma coisa.

O uso é livre, desde que seja para fins não comerciais e que seja citada a fonte (este blog).

Não estamos fazendo propaganda de nenhuma empresa de produtos químicos. Não realizamos venda destes produtos.

frasco contendo enxofre puro

Estanho granulado
estanho puro em frasco

Indigo carmin
reagente índigo carmin

Cloreto de estrôncio
frasco com cloreto de estrôncio puro

Cloreto de bário p.a.
frasco contendo cloreto de bário puro

Sulfato de níquel (oso)
frasco de reagente

Mercúrio metálico
reagente químico

Sulfato de ferro (oso)
reagente sulfato

Manganês metálico
reagente manganês

Ferricianeto de potássio p.a.
frasco com o produto químico

Cloreto de cobalto hidratado
reagente puro para laboratório

Carbonato de cobre básico
frasco com a substância química

Nitrato de bário
puro para reações químicas

Cloreto de magnésio p.a.
cloreto de magnésio puro

Nitrato de prata
reagente puro para laboratório

Nitrato de cádmio
frasco com a substância pura

Cloreto de estanho
reagente puro

O que é a segunda lei da termodinâmica?

câmera sensível ao calor filmando caneca
O conceito de entropia pode ser difícil para muitas pessoas. E é normal ter dúvidas sobre esse conceito.

O vídeo abaixo pode ser mais uma peça que você precisa para montar esse quebra-cabeças. Com alguns exemplos de probabilidades de distribuição, mistura em um copo de café e ovos quebrando; e a relação disso com a ‘seta do tempo’ – com muito tempo restante para que se atinja um máximo de entropia.

Vídeo com legenda em português!

A apresentadora fala que a entropia é uma medida da desordem no Universo. E neste ponto temos que ter cuidado para interpretar essa frase em termos da energia; e devemos evitar pensar diretamente na desordem de um quarto bagunçado ou de um baralho de cartas.

Legenda e texto escritos por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com ).