Síntese de dioxano partindo de etilenoglicol

derramando líquido em erlenmeyer
A síntese do dioxano (1,4-dioxano) é relativamente simples. Duas moléculas de etilenoglicol reagem em meio de ácido sulfúrico – sofrendo uma desidratação – para gerar dioxano e água.

Reagentes utilizados:
– anticongelante (que contenha etilenoglicol [C2H4(OH)2] e seja concentrado)
– ácido sulfúrico concentrado (98%)
– hidróxido de sódio (ou hidróxido de potássio)
– sódio metálico (com possíveis alternativas)

As quantidades de reagentes e detalhes do procedimento de síntese e purificação podem ser vistos no vídeo abaixo. E o NurdRage mostra também como escapar do azeótropo de água (17,9%) e dioxano (82,1%) formado durante o processo de purificação.

Com legenda em português.

Como o próprio conteúdo do vídeo já avisa. O experimento envolve reagentes perigosos e tem como resultado produtos tóxicos. Somente pessoas com conhecimento técnico e material de proteção adequados devem realizar este procedimento. Além disso o etileno glicol é venenoso e tem um sabor adocicado, qualquer descuido e o produto pode ser acidentalmente ingerido por um menor de idade.

A estocagem do dioxano deve ser realizada com cuidado para se evitar a formação de peróxidos explosivos.

Legenda e texto escritos por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com ).

2 comentários

  1. Bauer maio 9, 2018
  2. Felipe Reinaldo set 11, 2018

Escreva um comentário