Tag: oxigênio

Queimando diamantes

logotipo
O experimento de queima de diamantes é raro de ser visto. Não existem muitas pessoas que estão dispostas a comprar diamantes para queimar.

Um diamante é quase que exclusivamente composto de carbono, e portanto pode ser queimado em presença de oxigênio com o auxílio de uma chama forte.

A reação será
C(diam.) + O2 –> CO2(g)
e no final teremos apenas dióxido de carbono (CO2).

Theodore Gray demonstra no vídeo abaixo a queima de algumas gemas.
A primeira que aparece logo no início do vídeo é um diamante que acabou ficando rubro e estilhaçando em vários pedaços. Portanto este tipo de experimento deve ser feito com muito cuidado.
Theodore explica então que comprou no eBay (site de leilão) um diamante bruto (não lapidado) que é mais barato. Outro que ele comprou é um diamante não muito homogêneo, e também com preço mais acessível.
Após aquecer bastante um diamante, até ele brilhar com uma cor bem clara e branca, é possível manter a combustão soprando oxigênio puro sobre a gema.
A gema que era mais impura e não cristalina acabou estilhaçando e até danificou a lente da câmera que filmava o experimento.
Outro teste realizado foi a imersão do diamante incandescente dentro de um tubo de ensaio com um pouco de oxigênio líquido. Mas infelizmente o gelo formado no exterior do tubo impediu a visualização da queima. Após isto eles decidiram queimar o diamante em uma pequena quantidade de oxigênio líquido para facilitar a visualização.
Theodore também testou o que poderia acontecer quanto se aquece a zircônia cúbica (ZrO2) em uma chama. A zircônia normalmente é usada como uma imitação mais barata para substituir o diamante em jóias. Neste caso é possível ver que a zircônia não queima na chama, pois já está em forma de óxido.

Veja o experimento no vídeo abaixo

Mais sobre
Diamante Hope – Azul e cheio de histórias

Fonte
Gray Matter

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle.

Dióxido de carbono – reação e aquecimento global

bloco de gelo seco brilhando
Neil e Pete Licence cortam um bloco de CO2 sólido (gelo seco) para construir um recipiente para uma reação com magnésio.

A reação de queima do magnésio em um ambiente repleto de CO2 causa a formação de óxido de magnésio e carbono. Perceba que o magnésio remove o oxigênio necessário diretamente do dióxido de carbono.
2 Mg(s) + CO2 –> 2 MgO(s) + C(s)

E o Professor Martyn explica o motivo pelo qual o dióxido de carbono é responsável por parte do efeito estufa.

Mais informações e experimentos no vídeo abaixo.
Vídeo com legendas em português.

Veja a primeira parte em:
Dióxido de carbono – fases e propriedades

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle.

O poder do presunto

presunto queimando

No vídeo abaixo, Theodore Gray demonstra como é possível obter uma grande quantidade de energia usando prosciutto (um tipo de presunto) e um fluxo de oxigênio puro.

(o vídeo não possui legendas em português)

Na montagem ele reuniu vários tubos de presunto seco em um conjunto envolto em mais presunto. Para dar estabilidade ao sistema e conectar com o tubo de oxigênio ele também usou fita adesiva para envolver a base.

Esta combinação gera um aparato semelhante a uma lança térmica. A lança térmica lembra muito um maçarico, na lança térmica um tubo de ferro é queimado em um sistema rico em oxigênio.

Esta queima do presunto em oxigênio revela como o material possui uma grande quantidade de energia que está armazenada em proteína e gordura. O calor produzido é suficiente para cortar uma chapa metálica.

Uma versão, mais vegetariana, com um pepino cheio de grissini (recobertos com óleo) também funciona. Neste caso o óleo tem a função de dar energia extra ao sistema.

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle.

Preparando oxigênio líquido

reação com oxigênio
O oxigênio (gás) foi obtido da decomposição da água oxigenada (H2O2), catalizada pela presença de dióxido de manganês.

A imersão do balão cheio de oxigênio em nitrogênio líquido causa a liquefação do oxigênio. Isto ocorre pois o oxigênio possui um ponto de ebulição mais elevado do que o nitrogênio.

Tenha muito cuidado ao manusear oxigênio líquido. Pode causar queimaduras pelo frio e facilitar a combustão de diversos materiais.

O oxigênio líquido é atraído pelo imã por ser um material paramagnético.

O pavio inserido no tubo queima com muito mais facilidade, por causa da alta concentração de oxigênio, que facilita o processo de combustão.

Mais demonstrações sobre o paramagnetismo. Comparando nitrogênio e oxigênio.
Perceba a bela coloração azulada do oxigênio líquido.

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle.

Oxigênio tentando fazer amigos

desenho animado com química
O oxigênio tenta fazer amigos. Não tem muito sucesso com o hélio e as coisas não ocorrem como planejado no encontro com dois hidrogênios.

Christopher Hendryx produziu o vídeo Oxygen como um trabalho acadêmico para o departamento de animação do Ringling College of Art + Design.