Categoria: Educação

Modelos moleculares com garrafas PET

estrutura química feita com plástico pet
Em sua visita ao Brasil em 2012 o Prof. Martyn Poliakoff, da Universidade de Nottingham, ficou impressionado com a criatividade no uso de garrafas PET para construir modelos moleculares.

A técnica de construção é relativamente simples; com cortes em lugares certos as garrafas PET de refrigerante e água podem servir de estrutura para montar modelos de moléculas. As ligações químicas podem ser melhor simuladas com uso de cano flexível, que podem ser os do tipo usado para condução de fiação elétrica.

Veja alguns trabalhos que já foram feitos usando as garrafas PET
http://www.xveneq2010.unb.br/resumos/R0060-1.pdf
http://www.uel.br/eventos/cpequi/Paineispagina/18204146520090614.pdf

A vantagem destes modelos é conseguir uma estrutura de um tamanho maior do que a comumente encontrada em modelos moleculares adquiridos em lojas especializadas.

O vídeo possui legendas em português.

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle.

Cães ensinam química


O Border Collie Paige e seu amigo Dexter ensinam um pouco de química.
A primeira lição é sobre ligações químicas.

Paige e Dexter mostram um pouco sobre ligação iônica, ligação covalente e um caso em que a ligação covalente com uma certa polaridade.
(vídeo sem legendas)

Eles explicam…
Uma ligação iônica é formada quando um dos átomos perde elétrons para a outro átomo. Isto resulta em um íon carregado positivamente, chamado cátion; e um íon carregado negativamente, chamado de ânion. Positivo e negativo se atraem! O resultado é uma ligação iônica.

Uma ligação covalente envolve o compartilhamento de um par de elétrons de valência pelos átomos.

Tem também uma ligação covalente dita polar. Estas são ligações covalentes na qual o compartilhamento do par de elétrons é desigual. O resultado é uma ligação na qual o par de elétrons está deslocado em direção ao átomo mais eletronegativo.

Ok. Faltam alguns detalhes. Mas vale pela diversão de Paige e Dexter. 🙂

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle.

Química das coisas, na RTP 2

logotipo química das coisas
Estreia hoje, dia 16 de março, um programa sobre a Química das coisas, no canal RTP2, de Portugal. O novo programa televisivo tem autoria do Departamento de Química da Universidade de Aveiro.

Já alguma vez pensou que é graças à química que pode beber café descafeinado, trabalhar num computador portátil ou usar post-its para apontar um recado? A nova série «A Química das Coisas» vai desmascarar a química escondida no dia a dia e mostrar como os desenvolvimentos recentes desta ciência contribuem para o nosso bem-estar.

Aos poucos os episódios da série vão sendo liberados para assistir pela internet (e YouTube). Atualmente o site www.aquimicadascoisas.org tem todo o material da série que foi ao ar ano passado. Incluindo vídeos sobre a química das lentes de contato, detergentes, post-it, descafeinados, esmalte de unhas, etc.

Lentes de contato

Detergentes

Trailer

Soluções caseiras para livrar os alimentos dos defensivos agrícolas


No grupo de discussão ´Professores de Química´, criado no Google Grupos, surgiu um interessante debate sobre as possíveis soluções caseiras que poderiam ser eficientes na remoção de defensivos agrícolas em alimentos.

O debate surgiu após uma mensagem ser enviada com a dica de utilização do bicarbonato de sódio na água de lavagem de alimentos para livrá-los da presença de agrotóxicos.

A informação foi contestada. O bicarbonato de sódio seria realmente eficiente? A lavagem com hipoclorito de sódio poderia ajudar, ou causar ainda mais problemas? A receita depende dos alimentos? A eficiência do processo depende do agrotóxico que se quer eliminar?

Participe deste debate e deixe a sua opinião. Para isto visite este link e acompanhe o que já foi dito sobre o assunto:
http://groups.google.com.br/group/professores_de_quimica/browse_thread/thread/aad14e164053f03d
(ou pelo link http://bit.ly/9l8I1R )

Para participar do debate faça o cadastro em
http://groups.google.com.br/group/professores_de_quimica

Demonstrações interativas de química


Já são conhecidas as demonstrações interativas baseadas em Java e Flash, e que estão disponíveis em diversos sites pela internet.

Para enriquecer ainda mais este conjunto de material interativo, indico a bela coleção de demonstrações virtuais científicas disponibilizada pelo Wolfram Web Resources.
Para acessar visite
http://demonstrations.wolfram.com/topics.html
e então escolha ´Physical Sciences´, e após ´Chemistry´.
O material está classificado em diversas áreas da química.
Se preferir você pode utilizar o campo de buscas para pesquisar assuntos mais específicos.

Para ter controle total das animações será necessário instalar o software gratuíto de uso das animações disponíveis no site. Para isto acesse
http://www.wolfram.com/products/player/
e clique em ´Download player now´.

Algumas das demonstrações interativas disponíveis na sistema da Wolfram:
Resolução para a lei dos gases ideais (equação de Clapeyron)

Reação de segunda ordem

Titulação de ácido fraco com base forte

Leia também:
Usando o Wolfram Alpha na química

Química Nova na Escola – Vol. 32 – Fevereiro


Nesta edição você pode conferir os seguintes artigos:
– A Revolução Verde da Mamona
– A História e a Arte Cênica como Recursos Pedagógicos para o Ensino de Química – Uma Questão Interdisciplinar
– Questões de Química no Concurso Vestibular da Unesp: Desempenho dos Estudantes e Conceitos Exigidos nas Provas
– Tabela Periódica – Um Super Trunfo para Alunos do Ensino Fundamental e Médio
– O Debate como Estratégia em Aulas de Química
– Agrotóxicos: Uma Temática para o Ensino de Química
– Gestão de Resíduos de Laboratório: Uma Abordagem para o Ensino Médio
– A Química Disciplinar em Ciências do 9º Ano
– Atividades Experimentais Simples Envolvendo Adsorção sobre Carvão
Rádio [elemento químico]
Todos artigos estão livres para acesso em
http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc32_1/